Aluguel de equipamentos hospitalares: como extrair o melhor custo/benefício

O aluguel de equipamentos hospitalares é uma alternativa inteligente e econômica, que possibilitará a expansão de seu consultório, clínica, hospital ou laboratório, já que tornará possível investimentos em outras prioridades da empresa.

Possuir materiais e equipamentos novos, e em perfeito estado, é uma questão crucial nesse segmento, pois envolve a segurança de seres humanos e não se admite erros nesse aspecto.

Locar máquinas e equipamentos traz benefícios claros e que impactam diretamente no orçamento final. Nesse modelo de comercialização, é possível livrar-se de burocracias bancárias, como linhas de crédito ou endividamento pelos juros, que barram outros investimentos do seu negócio.

De fato, manter a vida útil dos equipamentos e custo fixo mensal são dois fatores de peso que atestam a assertividade em locação. Com essa garantia, há tempo de se planejar financeiramente de maneira fixa, já que seus custos ficarão mais previsíveis e de acordo com seu fluxo de caixa.

O custo de compras nesse setor é um investimento alto, desde os acessórios até os produtos e equipamentos complexos e de grande porte. Além disso, o uso constante e o fato de não poder falhar nos diagnósticos pedem uma qualidade máxima. Logo, o custo/benefício é mensurável e real na locação de equipamentos hospitalares.

Os equipamentos
De fato, equipamentos hospitalares não podem esperar dois ou três meses para a troca ou reparo. Portanto, os contratos que funcionam por locação geralmente são definidos com período predefinido e opção de renovação ou substituição por máquinas novas, tendo em vista a mesma margem negociada inicialmente. Essa ação evita que fiquem obsoletos.

Esse modelo de comercialização atende desde um equipamentos de raios-x, ultrassom, radiografia, diagnóstico laboratorial, para uso na área humana e veterinária, seja ele nacional ou importado.

Logo no início o gestor constatará o quão lucrativa é essa alternativa. Como exemplo ilustrativo, uma cama hospitalar simples pode custar R$ 9 mil. Nesta opção, é necessário calcular ainda o tempo de vida útil do produto, sua tecnologia de ponta, custo de descarte e possíveis operações de crédito.

Já a sua locação é realizada por R$ 230 mensais, já incluso em contrato qualquer problema de manutenção.

No entanto, ao cotar um equipamento hospitalar, é preciso priorizar seu valor agregado. Para um comprador de uma área compor uma proposta, é importante ter argumentos sobre custo/benefício real, substrato decisivo para aprovação da diretoria do hospital ou clínica. Outro aspecto é a atenção à qualidade desse equipamento e as condições atrativas deste contrato.

Referência de mercado com economia
Analisando pela ótica apresentada, desde um suporte para soro, uma cama hospitalar motorizada até um sistema de monitoramento complexo, a economia da proposta de locação é um fato. Porém, a escolha deve estar atrelada à decisão de optar por uma empresa parceira, que viabilizará adequadamente esse processo.

A Europa tem um mercado bem unificado nesse segmento e muitas multinacionais ampliaram sua penetração na América Latina e no Brasil, oferecendo o que há de melhor em tecnologia para locação de equipamentos hospitalares.

Esse é o caso da Grenke Brasil, especialista do setor, parceira de revendedores e integradores que atendem pedidos online 24 horas por dia, com aprovação efetuada em até 20 minutos e projetos que variam de R$ 1.000,00 a R$ 1.000.000,00.

A Grenke tem a solução ideal e viável em equipamentos hospitalares. Se sua empresa quer expandir os negócios, essa é a melhor parceria.